29/08/2023

ARTIGO | Os profissionais liberais e a reforma tributária

Fundamental ao desenvolvimento, à maior equidade e à melhoria do ambiente de negócios, alteração nos impostos sobre o consumo precisa levar em conta situação de engenheiros e outras categorias que terão elevação de taxação na atual proposta. Emenda elaborada pela FNE e apresentada aos senadores busca sanar o problema. Leia artigo do presidente da FNE, Murilo Pinheiro. 

____________________________________________

Em tramitação no Senado, após aprovação na Câmara em julho último, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 45/2019 traz as diretrizes para a reforma dos impostos sobre o consumo. Considerado confuso e regressivo, o sistema tributário brasileiro há muito demanda mudanças para propiciar melhoria ao ambiente de negócios, maior equidade entre os entes federativos e mais transparência. Nesse sentido, a iniciativa foi saudada como um avanço em prol do crescimento econômico.

Restam, contudo, ajustes que garantam que o princípio básico da PEC, a neutralidade da carga tributária, ou seja, que as alterações não provoquem sua elevação, não penalize parcela dos contribuintes cujo exercício profissional é essencial ao desenvolvimento e ao bem-estar da população. Infelizmente é o que se observa no texto atual em relação aos engenheiros e membros de outras categorias que atuam como microempresários prestadores de serviço. Para estes, a taxação atual de 2% a 5% relativa ao Imposto sobre Serviços (ISS) saltaria para os cerca de 25% a 28% da alíquota geral estimada para o IVA dual, composto pelos novos Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) e Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS).

Obviamente, seria uma drástica majoração a pesar sobre profissionais cujo serviço vendido é o próprio trabalho, não se tratando de grandes empreendimentos. Se confirmada, tal mudança acarretaria enormes dificuldades para que esses mantivessem seus pequenos negócios, enfrentando, sem dúvida, grave crise.

Diante disso, a FNE elaborou proposta de emenda ao texto, visando corrigir esse problema. Para tanto, a entidade defende regime diferenciado a ser aplicado às “sociedades simples de profissionais liberais com profissão regulamentada, organizadas de acordo com o disposto no Código Civil Brasileiro”. A ideia é que, posteriormente, seja fixado o escalonamento de alíquotas para as respectivas atividades, a ser estabelecido por lei complementar.

Além disso, chama-se a atenção para necessidade de dispositivo que preveja transição quanto à tributação dos contratos executados pelos engenheiros na data da promulgação da Emenda Constitucional. A preocupação é assegurar o equilíbrio econômico-financeiro desses com a adição do Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) em consonância com a não cumulatividade prevista pelo modelo IVA.

Na semana passada, a sugestão de emenda foi entregue por dirigentes da FNE a diversos senadores, como Cid Gomes (PDT/CE), Renan Calheiros (MDB/AL), Carlos Viana (Podemos/MG) e Angelo Coronel (PSD/BA), Espiridião Amin (PP/SC), Paulo Paim (PT/RS), Jorge Kajuru (PSB/GO), Rogério Marinho (PL/RN) e Marcos Pontes (PL/SP), além do relator da PEC, Eduardo Braga (MDB/AM).

A federação e seus sindicatos filiados acompanharão de perto a tramitação, seguindo com o trabalho de demonstrar aos parlamentares a importância dessa correção de rumo para assegurar que a reforma tributária, sem dúvida muito importante, traga benefícios a toda a sociedade.

 

LEIA TAMBÉM:

Leia também

24/05/2024

SENGE sedia evento que debateu Sistema de Proteção contra inundações de Porto Alegre

24/05/2024

SENGE SOLIDÁRIO | Programa lança a campanha Solidariedade Técnica: Reconstruindo o Rio Grande

24/05/2024

Sócio SENGE: conte com assessoria para declaração do Imposto de Renda

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

Livro SENGE 80 anos

Uma entidade forte, protagonista de uma jornada de inúmeras lutas e conquistas. Faça o download do livro e conheça essa história!

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato