23/12/2021

CONGRESSO APROVA PROJETO QUE GARANTE, ATÉ 2045, SUBSÍDIO PARA CONSUMIDOR QUE USA ENERGIA SOLAR

 

FONTE: O Sul

18/12/2021

A chamada geração distribuída é feita, na maioria dos casos, por painéis solares instalados em casas ou condomínios. Aprovado também pelo Senado, o texto segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro. As novas regras também valem para as chamadas "fazendas solares", quando um cliente usa energia solar mas ela está sendo gerada fora da sua casa ou escritório.

 

Entenda

– Clientes atuais: A proposta mantém a isenção de encargos setoriais até 2045 para quem já possui hoje as estruturas instaladas.

– Novos clientes: Para quem instalar sua placa no futuro, a cobrança das taxas será gradativa. O repasse dos encargos começa em 15% em 2023 sobe aos poucos até atingir 100% em 2029.

– Para quem está instalando: Consumidores que solicitarem acesso à rede das distribuidoras até 12 meses após a publicação da nova legislação também serão beneficiados com a isenção total de encargos e taxas até 2045.

 

Outras mudanças

Os custos para subsidiar a energia solar serão transferidos à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), fundo setorial usado para bancar diversos programas, como a tarifa social. Além disso, o projeto de lei institui o Programa de Energia Renovável Social que será destinado a investimentos na instalação de sistemas fotovoltaicos (para geração de energia solar) e de outras fontes renováveis aos consumidores de baixa renda.

 

Regras atuais

Atualmente, quando um consumidor adere à geração distribuída, ele passa a produzir energia em casa ou no trabalho. Também pode usar os sistemas de fazendas solar. Essa energia pode ser consumida imediatamente ou, em caso de excedente, ser transmitida para a rede da distribuidora e compensada depois. Neste caso, a rede da distribuidora acaba funcionando como uma bateria. A regra atual prevê incentivos para quem participa desse sistema, entre os quais a isenção do pagamento de tarifas pelo uso do sistema elétrico, como isenções das tarifas de transmissão de eletricidade e encargos setoriais.

Esses valores hoje acabam sendo pagos por quem não tem sistemas de geração distribuída. Por isso, há um subsídio cruzado. Ou seja, quem adota sistemas solares não paga pelo uso da rede. Esse custo, que não deixa de existir, é compartilhado com quem não tem energia solar em casa. O subsídio foi criado para incentivar a adoção da energia mais limpa, porque os custos eram muito altos. Mas, nos últimos anos, o custo da energia solar caiu. O projeto prevê que aqueles que participarem do sistema de compensação devem pagar somente a tarifa por uso do fio da rede de distribuição sobre a parcela da energia elétrica excedente que foi compensada.

 

"Taxar o sol"

O assunto ganhou corpo após a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) tentar mudar as regras para o setor, em 2019. O presidente Jair Bolsonaro reclamou do que chamou de tentativa de "taxar o sol". Desde sempre, a proposta trata do pagamento pelo uso da rede. Se um cliente não usa a rede de distribuição, ele não precisa pagar nada. Com a polêmica, o Congresso chamou para si a discussão e acabou aprovando o assunto nesta semana.

Leia também

01/12/2023

20 de novembro: Câmara aprova Dia da Consciência Negra como feriado nacional

01/12/2023

Seminário sobre indústria de semicondutores no Brasil: assista!

01/12/2023

SENGE-RS sedia 1º Encontro Gaúcho de Engenheiros Civis (EGENC) da ABENC-RS

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

2º lugar em Preferência na categoria Sindicato

Marcas de Quem Decide é uma pesquisa realizada há 25 anos pelo Jornal do Comércio, medindo “lembrança” e “preferência” em diversos setores da economia.

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato