15/03/2010

Elas ganham menos

Nos últimos seis anos, cerca de 5 milhões de mulheres engrossaram a força de trabalho formal do país. Segundo dados do Ministério do Trabalho, entre 2002 e 2008, 4.788.023 mulheres conseguiram emprego com carteira assinada.

A quantidade de trabalhadoras equivale à soma das populações de Fortaleza (CE) e de Belo Horizonte (MG) e prova que as empresas estão abrindo suas portas para a mão de obra feminina.

Se as mulheres podem comemorar a abertura do mercado de trabalho, uma vez que estão conseguindo mais vagas que os homens, a situação é outra quando a assunto é rendimento.

Pelos dados extraídos da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), em 2002, havia 11.418.562 mulheres trabalhando formalmente no país. Em 2008, esse estoque saltou para 16.206.585, um crescimento de 40,9%.

No mesmo período, a quantidade de homens trabalhando com carteira assinada passou de 17.265.351 para 23.234.981, um salto de 34,5%.

Elas conseguem colocação nas empresas, mas o salário pago é inferior ao dos homens. O mercado de trabalho ainda é perverso para as pessoas do sexo feminino. Segundo os dados da RAIS, as mulheres ganham menos em todas as faixas etárias analisadas.

Na primeira faixa, de 15 a 17 anos, a diferença até que não é tão grande. Os homens ganham, em média, R$ 470,04 e as mulheres R$ 457,89. À medida que a idade sobe, vai subindo também a diferença salarial.

Na faixa etária de 40 a 49 anos, por exemplo, enquanto a média salarial dos homens é de R$ 2.022,13, a das mulheres é de R$ 1.594,43.

Na comparação entre estados e setores de ocupação, a melhor remuneração para a mulher está no setor de extração mineral e no Amazonas. Lá, elas conseguem receber salário de até R$ 8.755,23.

Em seguida, vem o Rio de Janeiro, com R$ 7.849,80 e Sergipe, com R$ 6.113,08. O setor de serviços e indústria de utilidade pública também pode ser considerado um bom emprego. Em Brasília, as mulheres que trabalham nesses setores conseguem remuneração de R$ 4.812,18.

Fonte: CNTU

Leia também

15/04/2024

Programa SENGE Solidário celebra três anos em evento nesta quinta-feira (18/04). Participe!

15/04/2024

Artigo | Programa SENGE Solidário aproxima quem sabe fazer de quem mais precisa

12/04/2024

Dia Nacional de Conservação do Solo: Engenheiros Agrônomos ressaltam a importância da preservação

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

Livro SENGE 80 anos

Uma entidade forte, protagonista de uma jornada de inúmeras lutas e conquistas. Faça o download do livro e conheça essa história!

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato