31/01/2012

Inserção no mercado externo e inovação

Por Julio Gomes de Almeida (ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda e professor da Unicamp)

Fonte: Brasil Econômico

Uma pesquisa realizada pelo Iedi sob a coordenação do prof. Carlos Américo Pacheco junto a 40 grandes empresas (30 nacionais e dez internacionais) sugere que gradativamente vai ficando para trás a concepção de que a inovação não é da "cultura" empresarial brasileira.
Deste baixo engajamento resultaria um diminuto investimento das empresas em inovação e, consequentemente, uma fraca posição brasileira em termos internacionais, fator para uma produtividade deficiente e um distanciamento da competitividade brasileira com relação a outros países.

Que a nossa empresa deixa a desejar como produtora de inovações e que isso enfraquece sua capacidade de concorrência em mercados externo e interno, não há dúvida.

Mas, alguma coisa parece estar mudando na dimensão da inovação para as empresas. Segundo a pesquisa, para 58% delas a inovação tecnológica na atualidade já é decisiva para a sua estratégia de mercado e para outras 42% aparece como relevante.

Nenhuma empresa considera a tecnologia como pouco relevante ou irrelevante. Ainda mais indicativo de mudança é a percepção das empresas em um horizonte de dez anos à frente: 80% tomam a tecnologia como decisiva para sua estratégia de mercado e 20% consideram relevante.

Devido a isso, as empresas pretendem ampliar em muito sua liderança tecnológica em alguma área de sua atuação. Se atualmente 43% das empresas já se declaram líderes em algum setor em que atuam, em dez anos projetam um índice muito maior: 73%.

Tudo isso é muito positivo e abre boas perspectivas em torno de um tema tão central para o desenvolvimento brasileiro.

Mas o levantamento também mostra que ainda persistem fatores que não contribuem de forma positiva para a inovação.

As empresas identificam motivações para inovar principalmente no atendimento de necessidades dos consumidores, na busca de ampliação de receitas e no aumento da produtividade.

A importância desses itens é alta para 70% a 75% das empresas. Porém, é baixa a relevância atribuída à exportação e à internacionalização como motores da inovação.

Somente 20% das empresas consideram alta a importância do objetivo de ampliar oportunidades de exportação como indutor da inovação e apenas 33% vêem na internacionalização da empresa um fator destacado para o investimento inovador.

Mais do que a falta de cultura, a baixa inserção externa da empresa brasileira responde pelo seu tradicional atraso.

Outros países que hoje desfrutam de maior desenvolvimento tecnológico e mais rápido aumento de produtividade incentivaram intensamente a exportação e a internacionalização de suas empresas como indutores do progresso técnico.

Isto porque a concorrência em mercados do exterior, muito mais do que a defesa do mercado interno, tem o poder de renovar e perpetuar a necessidade das empresas de atualizar produtos, elevar a produtividade e reduzir custos, o que as tornam prisioneiras da tecnologia.

O Brasil já há muito tempo não prioriza o mercado externo em seus programas de desenvolvimento e, com isso, tornou inevitável o relativo atraso de suas empresas em termos de inovação.

Leia também

23/02/2024

ARTIGO | Lifelong Learning: O futuro do trabalho e crescimento econômico

23/02/2024

Artigo | Palavra do Murilo – Seis décadas de luta pelos engenheiros e pelo país

23/02/2024

Últimos dias para inscrição no Curso Online de Tratamentos Térmicos dos Aços

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

2º lugar em Preferência na categoria Sindicato

Marcas de Quem Decide é uma pesquisa realizada há 25 anos pelo Jornal do Comércio, medindo “lembrança” e “preferência” em diversos setores da economia.

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato