31/07/2012

Mensalão distribuiu R$ 141 milhões em propina, diz Gurgel

Veja quem são os réus e a linha do tempo do Mensalão (Portal Terra)

O escândalo de corrupção mais célebre da história recente, cujo capítulo final começa a se desenhar esta semana, ganhou mais fama pelo número de envolvidos e pelo seu peso político, que pelo montante desviado – até hoje um valor apenas estimado pelo Ministério Público com base principalmente em declarações do pivô do esquema, o publicitário Marcos Valério. O número que aparece na peça acusatória assinada pelo Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, é R$ 141 milhões em movimentações fraudulentas e na compra de apoio político, durante dois anos.

O valor é menor, por exemplo, que o surrupiado da obra do TRT de São Paulo – escândalo que eclodiu em 2000, quando a união do empreiteiro e senador cassado Luís Estevão com o juiz Nicolau dos Santos Neto, segundo investigações, resultou num desvio R$169 milhões.

A origem do dinheiro é ponto crucial no debate jurídico que começa nesta quinta. É a caracterização da recursos – se lícitos ou ilícitos – que determinará a existência ou não de alguns crimes, como lavagem de dinheiro, por exemplo. A defesa sustentará que os recursos vieram de empréstimos bancários. A acusação alegará que esta versão é mera cortina de fumaça para esconder o golpe.
São as seguintes as cifras do escândalo:

R$ 141 milhões – Foi o montante movimentado pelo mensalão em dois anos, somados empréstimos bancários e os recursos que teriam sido desviados de contratos com o setor público. As informações são da Procuradoria Geral da República.

R$ 32 milhões – Foi a soma total repassada a beneficiários do esquema do mensalão, apontados nominalmente pela Procuradoria nas alegações finais do processo. O Ministério Público não esclareceu o que aconteceu com o restante do dinheiro.

R$ 56 milhões – Foi o valor total dos repasses de Marcos Valério a pedido do PT, segundo lista apresentada pelo próprio publicitário às autoridades, em 2005.

R$ 55 milhões – Foi o montante de empréstimos tomados pelas empresas de Marcos Valério junto aos Bancos Rural e BMG, segundo relação apresentada pelo publicitário para justificar a origem do dinheiro que movimentou.

31/07/12
R7 Notícias

Leia também

29/02/2024

Desconto para sócios do SENGE nas Ofertas do Consumidor Dell

29/02/2024

Parceria sólida: SENGE renova acordo com Unisinos para descontos em cursos

29/02/2024

SENGE celebra com os novos engenheiros formados pela URI Erechim

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

2º lugar em Preferência na categoria Sindicato

Marcas de Quem Decide é uma pesquisa realizada há 25 anos pelo Jornal do Comércio, medindo “lembrança” e “preferência” em diversos setores da economia.

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato