12/04/2013

Rodovia do Progresso: promessa de obra em 2015

Zero Hora (11/04/13)

E m um ambiente tomado por expectativa, o governador Tarso Genro anunciou em 10/04/13  os critérios para a construção da ERS-010, em um sistema que irá mesclar obrigações do Estado e uma parceria público-privada (PPP). Se o cronograma for cumprido, a obra, orçada em R$ 1,1 bilhão, deverá ter início em janeiro de 2015, com previsão de conclusão em 2020.

Passados mais de dois anos de negociação, Tarso e os secretários João Victor Domingues (Assessoria Superior do Governador) e João Motta (Planejamento) decidiram aproveitar o projeto elaborado pela Odebrecht ainda no governo Yeda Crusius. No entanto, a construtora pactuou com o Piratini a realização de uma série de modificações. Em novembro, deverá ser lançado o edital de licitação. Apesar do prazo exíguo, a intenção é declarar, em janeiro de 2014, o vencedor da concorrência para execução da obra, que poderá ser a Odebrecht ou outra empresa.

Com pista duplicada de uma extremidade a outra, a Rodovia do Progresso deverá ter 99 quilômetros, 46 deles no eixo principal, entre Porto Alegre e Sapiranga, e o restante nas dez alças que irão ligar a rodovia aos municípios cortados pelo asfalto. A obra será dividida em três trechos. Os dois primeiros, compreendendo o espaço entre Porto Alegre e São Leopoldo, serão de responsabilidade do investidor privado. A terceira etapa, de atribuição do governo estadual, ligará Novo Hamburgo a Sapiranga.

Ao assumir a construção do trecho final da rodovia, com o custo de R$ 350 milhões, o Piratini conseguiu baixar as contrapartidas. Antes, teria de pagar 20 parcelas de R$ 75 milhões à construtora. Agora, o valor caiu para R$ 62 milhões ao ano.

Tarifa cheia será de R$ 4,60

A empresa cobrará pedágio de R$ 4,60 em uma praça no eixo principal da ERS-010. Também haverá uma tarifa de cerca de R$ 2,20 na saída das alças, imposta somente aos motoristas que não cruzarem a praça principal.

O Piratini ainda modificou a proposta para repassar ao parceiro privado o custo de R$ 150 milhões com as desapropriações. Do montante, R$ 50 milhões serão utilizados para expropriar áreas que serão destinadas à industrialização. Com a valorização imobiliária da região, o governo acredita que conseguirá captar recursos para depositar em um fundo administrado pelo Badesul. Os valores serão utilizados para abater as contrapartidas de R$ 62 milhões do Estado.

Leia também

21/02/2024

Justiça reconhece que trabalhador despedido após aposentadoria sofreu discriminação por idade

21/02/2024

Curso gratuito sobre mudanças climáticas oferece certificado da ONU

20/02/2024

SENGE celebra com os formandos em Agronomia

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

2º lugar em Preferência na categoria Sindicato

Marcas de Quem Decide é uma pesquisa realizada há 25 anos pelo Jornal do Comércio, medindo “lembrança” e “preferência” em diversos setores da economia.

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato