18/06/2021

CEZAR HENRIQUE FERREIRA E OS DESAFIOS DE CURTO, MÉDIO E LONGO PRAZO PARA O SINDICATO DOS ENGENHEIROS

Fundar, manter e desenvolver uma entidade sindical, torná-la suficientemente representativa, mantê-la dentro dos limites e possibilidades estatutárias, com sustentabilidade orçamentária, solidez patrimonial e crescimento contínuo no quadro associativo, nunca foi uma tarefa fácil.

Em 79 anos desde sua fundação, celebrados neste dia 20 de junho, o Sindicato dos Engenheiros no Rio Grande do Sul (SENGE-RS) vem reafirmando tais prerrogativas e, ao mesmo tempo, contrariando projeções que, desde a Reforma Trabalhista, apontam para um quadro de extrema dificuldades para o Movimento Sindical no Brasil.

Neste macro cenário repleto de incertezas e ameaças, que se sucedem historicamente e com diversos matizes ao longo dessas oito décadas, o SENGE-RS se mantém sólido e atuante, e mais uma vez, encontra o caminho e dá exemplo.

O engenheiro agrônomo Cezar Henrique Ferreira, eleito e empossado presidente do Sindicato dos Engenheiros em dezembro de 2020, amparado na sua larga experiência profissional como extensionista rural e gestor da EMATER-RS, da Fundação Assistencial e Previdenciária da Extensão Rural no RS e outras entidades afins e, também, como diretor do próprio Sindicato dos Engenheiros por duas gestões, busca agora colocar sua experiência na condução dos trabalhos de uma diretoria colegiada composta de 76 profissionais.

Na semana da celebração dos 79 anos do SENGE, e dando início ao planejamento do 80º aniversário em 2022, Cezar Henrique Ferreira concedeu entrevista ao Portal SENGE a ao Boletim Engenheiro Online.

 

Boletim Engenheiro Online: o que o Sindicato dos Engenheiros construiu nestes 79 anos que garantiu a solidez e sustentabilidade que neste momento o diferenciam da maioria dos sindicatos?

Construímos uma entidade efetivamente representativa, que conta com mais de 15 mil associados, número sempre crescente desde sua fundação. Uma entidade que investe cada vez mais em benefício dos sócios e das suas famílias. Uma entidade que se reinventa, e é reconhecida e valorizada pela comunidade em que atua.

BEO: como o SENGE contornou as consequências do fim da obrigatoriedade da Contribuição Sindical?

Com responsabilidade, planejamento estratégico e competência para perceber com antecipação diversas ameaças que há décadas rondavam o sindicalismo no Brasil. Nos preparamos para enfrentar este momento. Há mais de 10 anos que a Contribuição Sindical deixou ser nossa principal fonte de receitas. Buscamos aprimorar os processos operacionais, adotamos modernas ferramentas de gestão, profissionalizamos o quadro social e crescemos na oferta de benefícios em saúde e outros, de considerada relevância. Estamos preparados para enfrentar desafios de curto, médio e longo prazo.

BEO: então é possível afirmar que o SENGE é um Sindicato diferente. O senhor concorda com isso?

Concordo plenamente. A começar pelo fato de agregarmos no nosso quadro social colegas de todas as áreas da engenharia, sejam eles da iniciativa privada, sejam do setor público, empreendedores de pequeno e médio portes, autônomos, estudantes, jovens profissionais, aqueles de carreira consolidada e até aposentados. Não poderíamos construir a entidade que construirmos sem respeitarmos essa pluralidade que nos desafia a procurar agir e atender todos os diversos interesses. Sermos uma entidade apartidária é uma condição estatutária que vem sendo respeitada nestas oito décadas. Isso explica bastante o sucesso obtido.

BEO: mas é só este o motivo?

Claro que não. Nossa categoria profissional sempre demonstrou grande respeito para com seu sindicato, atitude que conduziu colegas de grande capacidade de liderança e de gestão para sucessivas diretorias. Também fomos aqui no Rio Grande do Sul protagonistas da luta nacional pela criação em 1966 do Salário Mínimo Profissional, cuja legislação repercute até hoje nas carreiras dos colegas do setor privado e é referência de qualidade nas regras de seleção e contratação de engenheiros no setor público. Criamos e aperfeiçoamos soluções de valor amplamente reconhecidas para a proteção da saúde e bem-estar dos associados e dos seus familiares.

BEO: o Plano de Saúde SENGE Unimed está consolidado como a melhor opção para o engenheiro e sua família, ao menos é o que a entidade comunica. É isso mesmo?

Sim. Do ponto de vista econômico, a mensalidade do Plano Coletivo SENGE Unimed custa menos da metade de um plano comercializado pela operadora, em qualquer uma das suas opções, inclusive as chamadas tops de linha. Quem compara, vem para o SENGE. A qualidade das coberturas e do atendimento também estão consagrados. E todos os engenheiros com registro no Conselho ou apenas com o diploma embaixo do braço têm como ter acesso ao plano, basta se associar ao Sindicato.

BEO: mesmo assim, o SENGE-RS procurou e achou novas parcerias na área da saúde. Por quê?

Porque é nosso dever oferecer alternativas de qualidade. Além da Unimed Porto Alegre, que é a maior operadora de planos de saúde do estado e uma das maiores do país, firmamos contrato com o CCG Saúde, e desde 2020, passamos a comercializar diversas opções de planos, desde os mais especiais até os mais econômicos, todos com alta qualidade. Os investimentos do CCG Saúde feitos em Porto Alegre qualificam ainda mais essa nova parceria. A construção do Hospital Humaniza, o primeiro hospital inteiramente novo a entrar em operação na Capital em 40 anos, é um exemplo do que o CCG Saúde já oferece. E agregamos estes investimentos ao produto comercializado. Quem ganha é o associado, que no mínimo, conta com mais uma alternativa de qualidade em matéria de proteção à saúde.

BEO: e como fazer o Sindicato ir além dos benefícios em saúde?

É o que fazemos todos os dias. O trabalho da Diretoria Executiva, em articulação com os demais órgãos de governança, com os diretores dos núcleos regionais espalhados por todo o estado, com os delegados sindicais, os representantes do sindicato no CREA-RS, na Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), nos Comitês de Bacias Hidrográficas e em outros fóruns, canaliza a energia, a capacidade e a influência da entidade, alcançando assim cada vez mais colegas “representados”, como dizemos. Ação Sindical e Negociações Coletivas estão cada vez mais presentes na vida dos colegas, mesmo em tempos difíceis de retração econômica, instabilidade política e de pandemia.

O Programa de Qualificação (ProQuali) e a inserção da entidade nos debates pela formulação de soluções ao desenvolvimento são, da mesma forma, vetores desta aproximação e aglutinação em torno do Sindicato. Veja por exemplo, o trabalho que estamos fazendo em relação à legislação de proteção e prevenção contra incêndios no Rio Grande do Sul. Também cabe destacar nossa participação nos debates sobre mobilidade urbana, sistema de proteção contra as cheias em Porto Alegre (muro da Mauá), nossa presença no Conselho do Plano Diretor da Capital e em todos os Comitês de Bacias Hidrográficas.

Trabalhamos muito e em diversas frentes pela defesa das empresas públicas e a proteção das carreiras dos colegas engenheiros empregados da CEEE, da CORSAN, da EMATER e de tantas outras. O acordo coletivo com a Marcopolo, consolidou o papel do Sindicato nas negociações junto ao setor privado, e se transformou em referencial para outras empresas, não apenas do setor metalmecânico. Exemplos não faltam. Recomendo a todos uma rápida pesquisa no Portal SENGE para verificarem nosso trabalho em cada um destes e de tantos outros itens da nossa pauta diária. Temos dirigentes qualificados, estrutura operacional diferenciada, quadro funcional de excelência (68% dos funcionários possuem nível superior ou em conclusão). Embora as restrições de acesso à sede em função da Covid 19, o SENGE simplesmente não parou de agir em nenhuma frente, em nenhum dos serviços e benefícios disponibilizados. Isso é fato.

BEO: é possível criar novos projetos neste momento tão agudo?

Claro. Estamos fazendo cada vez mais.

BEO: pode nos dar um exemplo?

Um não, vários. Lançamos em março de 2021 o Programa Engenheiros Empreendedor, iniciativa com a qual iremos ao encontro das demandas desta ampla parcela de colegas, identificada em pesquisas que realizamos com o CEPA UFRGS. Percebemos que as mudanças das relações de trabalho, o avanço colossal da tecnologia e a diminuição das oportunidades de trabalho formal oferecidas no setor público ou na iniciativa privada, estão contribuindo para a criação de um contingente profissional cada vez maior e que, portanto, precisa ser atendido pelo sindicato. Suporte, expertise e qualificação voltados ao empreendedor são diretrizes do Planejamento Estratégico do SENGE. O empreendedorismo veio para ficar, mas é preciso diferenciá-lo da mera precarização, da pejotização, da uberização do trabalho. Contra isso não daremos trégua.

BEO: e qual é o outro exemplo?

A sociedade gaúcha vai ouvir falar bastante do Programa SENGE Solidário. É uma iniciativa do Sindicato em favor da população em vulnerabilidade social. Iremos oferecer apoio técnico em projetos coletivos que visam melhorias nas condições de vida de diversas comunidades. O sindicato servirá como um facilitador, atraindo colegas voluntários e os aproximando destas populações carentes. Já estamos em andamento com este trabalho. Passamos da etapa inicial para a fase final das tratativas para firmarmos Termo de Colaboração com a Polícia Civil e ajudar a construção da Delegacia de Pronto Atendimento de Grupos Vulneráveis em Porto Alegre. Acrescente-se a isso as doações de equipamentos que fizemos à Escola Estadual de Ensino Fundamental Willian Richard Schisler, no bairro Menino Deus, onde montamos uma completa sala de informática para atendermos centenas de alunos, a maioria residentes em comunidades carentes. Posso citar também as doações de alimentos que fizemos ao Pão dos Pobres e ao IPDAE da Lomba do Pinheiro, as campanhas do agasalho, entre outras iniciativas que confirmam a vocação solidária da categoria e da sua entidade representativa.

BEO: tem mais?

Sim. A inserção das mulheres na gestão e no quadro social do SENGE, em resposta às transformações ocorridas na própria engenharia. Os abusos cometidos contra elas e contra minorias como os indígenas, negros, comunidade LGBTQI+, entre outras formas de injustiças, não ficarão imunes à ação do Sindicato, que colocará sua estrutura em ação. A defesa da democracia como sempre, é uma pauta permanente da nossa entidade. Agiremos sempre que necessário, nos limites estatutários, que nos permitem significativa autonomia e liberdade de ação.

 

 

 

 

Leia também

28/02/2024

ARTIGO | Fevereiro roxo e laranja: isenção do IR para pessoas com lúpus, fibromialgia, Alzheimer e leucemia

28/02/2024

SENGE-RS apoia repúdio ao desrespeito na Eletrobras

28/02/2024

SENGE nas formaturas dos novos engenheiros

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

2º lugar em Preferência na categoria Sindicato

Marcas de Quem Decide é uma pesquisa realizada há 25 anos pelo Jornal do Comércio, medindo “lembrança” e “preferência” em diversos setores da economia.

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato