06/01/2010

Engenheiros comentam desmoronamentos em áreas de encostas.

Por Luciana Tamaki
Portal Piniweb

Os deslizamentos e os conseqüentes desabamentos de casas, como o ocorrido recentemente em Ilha Grande e no Morro da Carioca, em Angra dos Reis (RJ), não são novidade no cenário brasileiro. As principais causas, segundo especialistas, decorrem da mistura de ocupação desordenada e riscos naturais de geologia. "Quando se constrói em uma região de encosta, o coeficiente de segurança da natureza é muito próximo de um", afirma o engenheiro geotécnico Fernando Marinho, do departamento de estruturas e fundações da Escola Poltécnica da Universidade de São Paulo.

No caso do deslizamento em Ilha Grande, segundo Marinho, a baixa espessura do solo em cima da rocha não tinha condições de conter a forte pressão da água vinda de uma chuva muito além do comum. "Independentemente do tipo de solo, aquilo desceria de todo jeito", afirma.

Aos fatores climáticos se associam problemas de planejamento urbano, encontrados na ocupação desordenada e em construções feitas irregularmente e de modo precário. Para Marinho, no entanto, o problema não é só da população menos favorecida: "Desde os eventos em Santa Catarina se observou que mesmo casas projetadas por engenheiros sofreram danos sérios", diz, referindo-se às enchentes ocorridas no ano de 2008.

Fernando Marinho aponta que sistemas de drenagem em morros, de saneamento básico e até de coleta de lixo afetam esse equilíbrio e devem ter manutenção periódica.

Para o geólogo Álvaro Rodrigues do Santos, "tudo continua passando como se definitivamente e estupidamente decidíssemos não considerar que nossas ações sobre os terrenos naturais interferem com uma natureza geológica viva". Ele completa dizendo que tragédias como deslizamentos, enchentes e acidentes em obras de engenharia são "a natureza geológica procurando nova situação de equilíbrio".

Soluções urbanísticas e de engenharia
Se faltam medidas políticas para a retirada de moradores de áreas de risco, como nos morros do Rio, sobra à engenharia avaliar e buscar medidas paliativas nos trabalhos de contenção de encostas, além de sistemas de drenagem e saneamento.

Mas a providência defendida por especialistas é de que o planejamento urbano deva ser praticado também sob a ótica geológica. "O Estatuto das Cidades deve obrigar que os Planos Diretores e os Códigos de Obra referenciem-se a uma Carta Geotécnica", defende o geólogo.

Álvaro Rodrigues sugere programas habitacionais que alcancem famílias de baixa renda, como o lote urbanizado e a "autoconstrução tecnicamente assistida", em substituição à construção desordenada de favelas sem estrutura correta.

Mas Rodrigues também defende que os administradores municipais sejam responsabilizados criminalmente por não tomarem as providências cabíveis, no que diz respeito a acidentes geotécnicos com vítimas e perdas patrimoniais: "Não é correto que ações indenizatórias sejam quitadas com dinheiro público".

Leia também

12/07/2024

Estado cancela eleição para escolher nova presidência da Emater/RS-Ascar

12/07/2024

ARTIGO | Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo

12/07/2024

Sócio SENGE, proteja sua carreira com o Seguro de Responsabilidade Civil Profissional

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

Livro SENGE 80 anos

Uma entidade forte, protagonista de uma jornada de inúmeras lutas e conquistas. Faça o download do livro e conheça essa história!

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato