04/05/2012

Governo prevê R$ 32 bi para a mobilidade

25/04/2012 – Jornal do Comercio

A presidente Dilma Rousseff anunciou ontem os projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a área de mobilidade urbana nas grandes cidades. Durante a solenidade no Palácio do Planalto, ela defendeu a necessidade de ampliar os investimentos na construção de metrôs para dar mais agilidade e conforto aos usuários do transporte urbano.

“O Brasil tem que investir em metrô. Antes, as cidades não tinham condições de fazer isso porque era muito caro. Hoje, os governadores têm enorme dificuldade para construir metrôs com a cidade funcionando”, disse a presidente.

Segundo Dilma, é preciso olhar pelo lado sustentável e “garantir menos tempo de vida a ser perdido pelas pessoas em um transporte de menor custo e de melhor adequação ao meio ambiente”.

O ministro das Cidades, Agnaldo Ribeiro, ressaltou que os canteiros de obras ligados a essa vertente do PAC vão gerar milhares de empregos. “Além do novo traçado urbano, vamos deixar um legado muito importante se considerarmos que hoje os brasileiros ficam quatro horas por dia no trajeto casa-trabalho”, acrescentou.

O PAC Mobilidade Urbana vai destinar R$ 32 bilhões – dos quais R$ 22 bilhões têm como origem recursos do governo federal – para projetos de metrô, veículo leve sobre trilho (VLT) e corredores de ônibus que beneficiam moradores de cidades com mais de 700 mil habitantes.

Entre as obras previstas estão a construção de mais de 600 quilômetros de corredores exclusivos para ônibus, pelo menos 380 estações e terminais para esse tipo de transporte, além de 200 quilômetros de linhas de metrô e da aquisição de mais de mil veículos sobre trilhos.

No total, serão beneficiados 51 municípios em 18 estados. Com isso, o alcance previsto pelo governo federal é de 53 milhões de brasileiros. O prazo para a entrega dos projetos finalizados por estados e municípios é 18 meses a partir da publicação da seleção das propostas no Diário Oficial da União.
Governo confirma R$ 1 bilhão para o metrô da Capital
O governo federal anunciou ontem o repasse de R$ 1 bilhão para o custeio da obra do metrô de Porto Alegre. O investimento total da construção é de R$ 2,4 bilhões. Além do valor anunciado para o metrô, o sistema de transportes integrado metropolitano também receberá R$ 299 milhões através de financiamentos. O governador Tarso Genro e o prefeito José Fortunati participaram da cerimônia.

Mesmo com o anúncio, o impasse sobre a modelagem financeira do metrô da Capital continua. De acordo com Fortunati, a partir da assinatura da portaria, a prefeitura poderá instalar o escritório do metrô, que coordenará de modo integrado as ações do projeto, concluir os estudos de demanda e avançar nos projetos de engenharia. “Estou muito confiante, o governo federal se mostrou aberto às propostas da prefeitura e do governo do Estado”, explicou.

Segundo o prefeito, estão sendo analisados diversos cenários, incluindo a concessão subvencionada, que permitiria a realização de repasses ao longo da execução da obra. Uma nova reunião deverá ocorrer na próxima semana em Brasília para discutir a modelagem final do projeto.

O sistema de transporte integrado metropolitano beneficiará nove cidades da Região Metropolitana. Serão realizadas obras para corredores de ônibus e integração rodoviária de modais de transporte. As cidades beneficiadas são Porto Alegre, Gravataí, Alvorada, Viamão, São Leopoldo, Cachoeirinha, Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul e Esteio.

No total, o projeto terá um investimento de R$ 349 milhões, com contrapartidas à verba federal. “São projetos que vão impactar de maneira positiva porque irão desafogar o trânsito de Porto Alegre, criando uma integração com o trânsito das cidades da Região Metropolitana”, declarou Tarso.

Os financiamentos que serão contratados pelo governo do Estado para o projeto do Sistema Integrado, e em conjunto com a prefeitura da Capital para o metrô, serão feitos através do Programa Pró-Transportes, do Ministério das Cidades. O programa prevê prazo de carência de até 48 meses e amortização de até 30 anos para ações de transporte sobre trilhos.

 

 

 

Leia também

20/02/2024

SENGE celebra com os formandos em Agronomia

20/02/2024

Rodrigo Lopes fala sobre desafios de um mundo em transformação

19/02/2024

Federação Nacional dos Engenheiros celebra 60 anos em defesa dos profissionais e do desenvolvimento nacional

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

2º lugar em Preferência na categoria Sindicato

Marcas de Quem Decide é uma pesquisa realizada há 25 anos pelo Jornal do Comércio, medindo “lembrança” e “preferência” em diversos setores da economia.

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato