18/06/2021

SENADO APROVA MP QUE DESESTATIZA ELETROBRAS

Com votação apertada (42 a 37), o Senado aprovou nesta quinta-feira (17) a medida provisória que permite a desestatização da Eletrobras  (MP 1.031/2021), conhecida como “MP do Apagão”.  

O projeto sofreu uma série de alterações, muitas delas alheias ao tema original do texto, e agora volta à Câmara dos Deputados para nova votação em tempo recorde, pois expira em 22 de junho.  

O Sindicato dos Engenheiros lamenta a aprovação da Medida Provisória pelo Senado, que colocará em disputa no mercado o destino de uma empresa estratégica fundamental para o desenvolvimento nacional e a sua soberania. 

Causa perplexidade que o futuro da Eletrobras, a maior holding de energia da América Latina, tenha sido decidido por meio de Medida Provisória, mecanismo que deve ser utilizado em situações de urgência. Dessa forma, o governo e o Poder Legislativo interferem em um setor altamente regulado, que depende de planejamento e conhecimento especializado, sem um amplo debate sobre as suas consequências, com a participação da Engenharia nacional, do setor produtivo e da sociedade como um todo. 

Além disso, as alterações apresentadas pelos senadores ao texto da MP carregam uma série de distorções e retrocessos, com inclusões feitas a “toque de caixa” para atender interesses alheios ao da população e externos ao assunto debatido. Para conseguir os votos e aprovar a proposta, o relator, senador Marcos Rogério (DEM-RO), apresentou três versões do relatório em 24 horas. 

Não bastando o atropelo, o projeto aprovado terá um custo entre 40 e 66 bilhões de reais aos cofres públicos, de acordo com um grupo de 45 entidades do setor energético e industrial. E a população será onerada com o aumento do custo da energia, tendo em vista que será extinto o regime de cotas que estabelece valores mais baixos na geração das usinas da empresa. Um estudo organizado pela Associação dos Empregados da Eletrobras (Aeel) revela que esse aumento deve ser de cerca de 14%, representando para o consumidor uma cobrança extra de mais R$ 13 bilhões ao ano durante os 30 anos das novas concessões. 

Também causa preocupação o impacto social que a desestatização da Eletrobras poderá ocasionar, uma vez que a empresa é a principal responsável por programas como o Luz para Todos, que leva energia aos rincões do país, o Proinfa, que promove energia renovável, e o Procel, programa de eficiência energética. Além disso, a Eletrobras é a principal financiadora do Centro de Pesquisas de Energia Elétrica da América Latina (Cepel).

Diante da relevância de uma empresa como a Eletrobrás para o desenvolvimento do País, cabe questionar os representantes do povo em Brasília sobre o porquê deste processo ser conduzido com urgência, sem a participação da sociedade e contra o interesse público.

 

Foto: Edilson Rodrigues / Agencia Senado

 

 

Leia também

15/07/2024

A vocação da Engenharia para reconstruir o RS é destaque da coluna do SENGE no Correio do Povo

12/07/2024

Estado cancela eleição para escolher nova presidência da Emater/RS-Ascar

12/07/2024

ARTIGO | Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

Livro SENGE 80 anos

Uma entidade forte, protagonista de uma jornada de inúmeras lutas e conquistas. Faça o download do livro e conheça essa história!

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato