18/11/2022

SENGE apresenta parecer sobre o projeto que altera a Lei Kiss em reunião com presidente da ALRS

Na manhã de quinta-feira (17), o presidente do SENGE-RS, Cezar Henrique Ferreira e o diretor de Negociações Coletivas adjunto, João Leal Vivian, participaram de reunião com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdeci Oliveira, com o objetivo de tratar sobre o Projeto de Lei Complementar 182/2022, que traz alterações à Lei Kiss.

Além do SENGE-RS, estavam presentes também representando o CREA-RS a presidente Nanci Walter, a segunda vice-presidente Nilza Zampieri, o coordenador das inspetorias Milton Pedrollo e o conselheiro João Collares; o assessor de Institucionais do CAU-RS, Fausto Leiria, o representante da SERGS, Adriano Krukoski, o presidente da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria – AVTSM, Gabriel Rovadoschi Barros e o ex-presidente, Flavio Silva.

O PLC 182/2022 foi apresentado pelo governo do Estado em julho e agora tramita em regime de urgência da Assembleia, devendo ser votado em Plenário na próxima terça-feira (22). O dispositivo visa dispensar a necessidade de licenciamento pelo Corpo de Bombeiros para atividades classificadas como de baixo risco, que representam quase mil modalidades de empreendimentos, mas mantém a obrigatoriedade de adotar medidas de prevenção contra incêndios, como instalação de extintores, sinalização e saída de emergência.

O presidente do SENGE, Cezar Henrique Ferreira, agradeceu a iniciativa do presidente da Assembleia no sentido de transferir a votação que aconteceria naquele mesmo dia para ouvir as contribuições das entidades de Engenharia e Arquitetura a respeito de um tema que é tão sensível a todos, que é a proteção e prevenção contra incêndios. “O SENGE vem atuando de forma ativa e propositiva neste tema desde a tragédia ocorrida em Santa Maria em 2013. Esse trabalho envolve trazer aos legisladores e ao Poder Executivo as contribuições técnicas de profissionais especialistas nesse setor  de segurança contra incêndios, em conjunto com as demais entidades da Engenharia e da Arquitetura. Nesse âmbito é importante deixar claro que as orientações e apontamentos trazidos pelas entidades não representam reserva de mercado, e sim a Responsabilidade Técnica que é inerente a nossa profissão e o compromisso com o interesse público e a segurança da população”, explicou Cezar.

“Como está proposto, o PLC 182/2022 ataca diretamente os pilares da Lei Kiss. Se não tivermos as medidas de segurança bem executadas, não teremos os objetos da lei atendidos, ou seja, não teremos a aplicação da lei a contento. É preciso manter engenheiros e arquitetos na execução das medidas de segurança, desde a concepção do projeto técnico, da execução técnica, bem como na operação e manutenção dessas medidas”, afirma o diretor SENGE, João Vivian.

Os dirigentes do SENGE entregaram documento ao deputado Valdeci Oliveira, com manifestação a respeito das isenções propostas pelo PLC 182/2022, que devem atender a existência e profissional legalmente habilitado Responsável Técnico pelos projetos técnicos, execuções técnicas, operações e manutenções técnicas das medidas de Prevenção, Proteção e Segurança Contra Incêndios nas edificações e áreas de risco enquadradas como grau de risco de incêndio baixo, e também a partir das modalidades de PPCI Simplificado (PSPCI) para edificações e áreas de risco baixo, bem como renovações de alvarás (inspeção, operação e manutenção de medidas de prevenção, proteção e segurança contra incêndios) de edificações e áreas de risco enquadradas com grau de risco de incêndio médio. O documento ainda aponta combate ao Exercício Ilegal da Profissão de Engenharia e Arquitetura na área de Prevenção, Proteção e Segurança Contra Incêndios no RS, principalmente quando envolve o chamado “Projeto Legal”: PPCI e PSPCI Risco Baixo e Médio.

As entidades devem apresentar ao deputado Valdeci uma proposta de alteração do texto até esta sexta-feira (18). O substitutivo será encaminhado também ao líder do governo, deputado Mateus Wesp (PSDB), que não pôde estar presente na reunião. Na segunda-feira (21), uma nova reunião de trabalho pode ser realizada para discutir as mudanças, já que o projeto volta ao plenário na terça (22).

Fotos: Joaquim Moura | Agência ALRS

Leia também

23/02/2024

ARTIGO | Lifelong Learning: O futuro do trabalho e crescimento econômico

23/02/2024

Artigo | Palavra do Murilo – Seis décadas de luta pelos engenheiros e pelo país

23/02/2024

Últimos dias para inscrição no Curso Online de Tratamentos Térmicos dos Aços

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

2º lugar em Preferência na categoria Sindicato

Marcas de Quem Decide é uma pesquisa realizada há 25 anos pelo Jornal do Comércio, medindo “lembrança” e “preferência” em diversos setores da economia.

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato