25/01/2023

ARTIGO | Segurança contra incêndio: estamos seguros?

No momento em que o país lembra os 10 anos da maior tragédia já ocorrida no Rio Grande do Sul, o incêndio que vitimou 242 pessoas em Santa Maria, o presidente do SENGE, Cézar Henrique Ferreira, chama a atenção para o tema da segurança contra incêndios.
Em artigo publicado na quarta-feira (25) no Jornal do Comércio, na quinta-feira (26) na Zero Hora e na sexta (27) no Correio do Povo, o engenheiro destaca que ainda é incerto afirmar que está mais seguro frequentarmos determinadas edificações e áreas de risco no RS. “Por que insistimos numa prática de flexibilização em nome da redução de custos?”. Leia o artigo na íntegra:

Segurança contra incêndio: estamos seguros?*

Dez anos após a tragédia de Santa Maria, que custou a vida de nada menos do que 242 jovens e acarretou um gigantesco trauma às famílias, às comunidades e à toda a sociedade, mesmo com a vigência da chamada Lei Kiss, é ainda incerto afirmar que está mais seguro frequentarmos determinadas edificações e áreas de risco no Rio Grande do Sul. Mesmo que o tema esteja há décadas em pauta e que diversas iniciativas tenham sido realizadas, estamos, infelizmente, muito longe de possuirmos uma cultura de segurança. A soma de pequenas, médias e grandes irresponsabilidades é a maior ameaça.

O jeitinho, a gambiarra, o improviso, o oportunismo estão por toda a parte e são perfeitamente visíveis. Na maioria das vezes, um avião cai por uma série de fatores e situações que se somam de forma dramática num único momento. Mesmo considerando o rigor da regulamentação internacional na segurança da aviação, ainda assim, aviões caem. Agora, transportemos tal analogia para as edificações que são milhares em cada cidade. Não haverá surpresa se encontrarmos locais com superação da capacidade máxima, alto consumo de energia, ausência de rotas de fuga, presença de materiais com potencial combustível, medidas de segurança contra incêndios frágeis ou inexistentes, espaços exíguos, aspectos culturais, falta de treinamento, entre tantos outros fatores que, se não forem rigorosamente encarados como risco (principalmente se somados num mesmo instante), formam um quadro propício a incêndios.

Evoluímos muito, mas estamos ainda distantes de um cenário recomendável. Foram necessárias décadas, por exemplo, para nos acostumarmos ao uso do cinto de segurança; nossas ruas ainda não estão suficientemente sinalizadas com faixas de segurança; faltam semáforos para pedestres, respeito ao ciclista, atenção ao limite de velocidade, negligência na conservação dos veículos, etc. Continuamos perdendo milhares de vidas a cada ano nas ruas e nas estradas, mesmo com grandes esforços de comunicação, controle e fiscalização.

Mas e na segurança contra incêndio? Por que insistimos numa prática de flexibilização em nome da redução de custos? Até pouco tempo, percebíamos a atuação de leigos nos projetos de segurança justificada por lacunas na legislação. Hoje, tal precarização explosiva está no próprio (e novo) texto legal, no ataque aos pilares da Lei Kiss e ao exercício da profissão de engenheiros e arquitetos.

*Por: Cezar Henrique Ferreira – Presidente do Sindicato dos Engenheiros do RS

Publicado por Jornal do Comércio

Leia também: 

Leia também

29/02/2024

Desconto para sócios do SENGE nas Ofertas do Consumidor Dell

29/02/2024

Parceria sólida: SENGE renova acordo com Unisinos para descontos em cursos

29/02/2024

SENGE celebra com os novos engenheiros formados pela URI Erechim

Descontos DELL Technologies

Aproveite os descontos e promoções exclusivas para sócios do SENGE na compra de equipamentos, periféricos e serviços da DELL Technologies.

2º lugar em Preferência na categoria Sindicato

Marcas de Quem Decide é uma pesquisa realizada há 25 anos pelo Jornal do Comércio, medindo “lembrança” e “preferência” em diversos setores da economia.

Tenho interesse em cursos

Quer ter acesso a cursos pensados para profissionais da Engenharia com super descontos? Preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Realizar minha inscrição

Para realizar a sua inscrição, ao preencher o formulário a seguir, escolha o seu perfil:

Profissionais: R$ 0,00
Sócio SENGE: R$ 0,00
Estudantes: R$ 0,00
Sócio Estudantes: R$ 0,00
CURRÍCULO

Assine o Engenheiro Online

Informe o seu e-mail para receber atualizações sobre nossos cursos e eventos:

Email Marketing by E-goi

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Tenho interesse em me associar

Se você tem interesse de se associar ao SENGE ou gostaria de mais informações sobre os benefícios da associação, preencha seus dados a seguir para que possa entrar em contato com você:

Ao fornecer seu dados você concorda com a nossa política de privacidade e a maneira como eles serão tratados. Para consulta clique aqui

Entre em contato com o SENGE RS

Para completar sua solicitação, confira seus dados nos campos abaixo:

× Faça contato